Tag Archives: salão valentina

Mais novidades fresquinhas do Valentina procês!
Agora, “quedizê” há algum tempinho, nossa equipe de make conta com o talento, beleza e simpatia da Ju Matos. A Ju começou a gostar de maquigem desde muito nova por causa de uma outra paixão: a dança, e como toda boa dançarina ela aprendeu a fazer maquiagem artística sozinha. A situação ficou ainda  melhor quando ela começou com o Flamenco, pois essa dança exige que a dançarina esteja com um olho impecável, principalmente o nosso tão amado, e temido (rs), delineador. Ano passado ela se tornou consultora Mary Kay, daí não teve jeito começou a fazer diversos curso técnicos de maquiagem, até que a gente a convidou para integrar a nossa equipe.

A estreia dela foi fantástica. Começou fazendo esse trio amado que vive aparecendo aqui no blog. Família amada e clientes super fiéis do Salão Valentina. Nossas modelos exclusivas!!!!! Claro que os penteados são do Valentina, né? ;)

Outra novidade mara é nossa nova designer de sobrancelha: a Marilda. E como eu vivo falando aqui que uma das coisas que mais amo no nosso salão é o clima família, a Marilda é a mãe da Ju Matos. DNA da arte, minha gente! DNA explica tudo! Vejam o antes e depois da sobrancelha que a Mâe fez na Filha !


Quando falei para vocês que o Salão Valentina está recheado de novidades e de profissional babado não estava mentindo.  O vídeo a seguir mostrar  a técnica de esfumar mechas que nosso super cabelerreiro Kallil aplicou no cabelo de Mamis Sonia. Ela garante um efeito mais natural nas melenas. Mamis arrasou de linda!


Quem me segue no twitter (@misvalentina) pode acompanhar a minha última transformação no Salão Valentina.  Foi transformação mesmo, no sentido estrito da palavra. Deixa eu explicar o porquê. Como algumas de vocês sabem, eu faço mechas/luzes/balaiagem no meu cabelo desde os  15 anos.  Ao longo desses 16 anos um problema sempre me perseguiu: o fio do meu cabelo é muito grosso e tem um tom de castanho bem escuro, depois de um tempo ele sempre alaranjava. Na hora o profissional quase sempre acertava a tom que eu desejava, mas passado um tempo, lá estava minha juba laranjinha.

Quando cheguei no Valentina conversei com a Gabi sobre isso. Para quem não sabe a Gabi é uma colorista de mão cheia, saca muito de química e de coloração. Ela me disse que o principal erro residia no tom que eu pedia de mechas. Sempre quis fugir das luzes em tom areia, gelo por achar que me envelhecia (e me lembrava a professora do ginásio que tinha aquelas luzes quase brancas), mas ela me explicou que esse era o tom,  que quando bem feito atingiria o efeito que eu tanto almejava: californianas, meio ombré, no melhor estilo Jéssica Biel. Confesso que na hora me deu um certo medinho, mas como ela é profissional e ainda tem curso de Visagismo no currículo me entreguei. Vejam como estava o meu cabelos na hora que cheguei.

A foto não reflete com fidelidade a cor do meu cabelo, mas podem acreditar ele estava laranja. Para completar a laranjada, eu cismei  no início do ano de pintar a minha raiz num badalado (e caro) salão carioca, pois os branquinhos chegaram com tudo depois dos 30 anos. Só que a colorista do dito salão teimou em não colocar a tom original da minha raiz, pois segundo ela pesava o meu visual. Ok, eu até entendi, porque, de fato, cabelo escuro pesa meu visual. Mas a fofa colocou um tom de castanho com nuances de loiro e adivinhem? Meu cabelo ficou todo laranja. Delícia… A Gabi vendo essa obra prima  deu o veredicto: seria necessário escurecer todo o meu cabelo primeiro antes de descolorir. Precisávamos conseguir um tom uniforme para tentar descolorir com uniformidade. Ela usou tem 3 tons de castanhos e pintou cada parte com um tom diferentes, afinal meu cabelo estava com mais de um tom de laranja.

Todo o processo de tintura foi feito pela Gabi e pela Jaque (nova cabelereira igualmente talentosa) com toda paciência e cuidado que um cabelo mega manchado requer. Separado por mecha, por tom e aplicando a tinta adequada em cada um deles. Fiquei totalmente morena e tive que cortar uns 5 dedos do meu cabelo, que estava super maltratado. Para só depois, começarmos o processo de descoloração com a super técnica Blond Me da Schwarzkopf. Aquela que eu já havia falado AQUI. Com ela o profissional capacitado consegue atingir o tom de loiro personalizado para cada pessoa. Su-per recomendo!

Para conseguir o efeito das californianas/ombré foi necessário desfiar todo o meu cabelo. Virei uma bruxa por alguns minutos. Tirem as crianças da frente do computador, pois a imagem é forte (rs).

Depois elas aplicaram o descolarante Blond Me especialmente preparado em tons de areia e gelo por todos os fios que ficaram lisos no meio desse mafuá capilar (kkkk).  O único problema dessa técnica é a hora de retirar o descolorante e desembaraçar no lavatório. Jesus, ainda bem que as meninas são super cuidadosas, porque é nó atrás de nó! Vejam a serenidade da minha pessoa no lavatório (rs).

Depois disso, ainda fiz a escova real e pronto. Finalmente consegui o meu tom de loiro que sempre desejei. Fiquei super feliz com o resultado, aliás todo mundo super elogiou. A foto do depois que vou mostrar não foi tirada no mesmo dia, pois foi tudo muito corrido. Mas como tive um casamento e festa de família 2 dias depois , pude tirar fotos que reproduzem com fidelidade a cor do meu cabelo. Espero que gostem! Eu amei!


Calma gente. O blog não entrará de férias, quem vai entrar de férias sou eu! Vou ali dar um pulinho na terra dos nossos hermanos (ja postei boas dicas de lá AQUI), depois vou para terra do meu coração (Alô, Minas Gerais quem te conhece não esquece jamais!) dar uma repaginada no visual by Valentina, dar um abraço bem apertado na minha irmã e sobrinho, almoçar com as amigas, e, depois, ver minha vó, meus tios, primos, família Fraga quase toda reunida para testemunhar e celebrar o amor da nossa super querida colaboradora Theresa Vaz FRAGA com meu primo-princípe Daniel Fraga. Enfim, serão dias deliciosos que eu vou me dar o direito de ficar um pouquinho “off line”, curtir minha família, minhas raízes, porque, vamos combinar? Maquiagens, cabelos, produtos, moda tudo isso é muito bom e a gente adora, mas estar com a nossa família, todo mundo junto e agarrado, é melhor ainda. Volto com minhas forças renovadas!

Deixei alguns posts programados: Look Valentina, Meus Produtos Favoritos Dermage, O Scarpin do meu coração e alguns outros. Espero que o “wordpress” seja bonzinho e cumpra toda a nossa agenda (rs). Finalizando esse post, resolvi publicar um vídeo para solucionar parte de um grande mistério que ronda a blogolândia: “O Clarisonic gira?” hahaha Fiz o vídeo logo depois que vi o da Futilish. Vejam o vídeo dela, que está muito bom por sinal, e depois o meu que vocês entenderão o motivo da dúvida. Lembrando que o meu Clarisonic é o PLUS. Prometo que na minha próxima ida a Miami faço um vídeo com o MIA para solucionar a dúvida totalmente para vocês (hahaha mulheres!).


Certa vez escutei uma frase que achei fantástica: mulheres não ficam mais velhas, ficam loiras. haha Achei genial! Eu, por exemplo, tenho cabelo castanho escuuuuro, mas uso descolorante desde os 15 anos (gente, eu não sou louca! quando criança eu era lorinha. Vocês podem comprovar essa fato AQUI). Ao longos desses 16 anos já fiz algumas loucuras capilares, mas quando cansava voltava sempre ao bom e velho castanho escuro. No entanto, minha original morenice nunca durou mais de 6 meses, o visual moreno em mim pesa, me sinto bem mais velha, daí sempre volto às minhas raízes loiras (haha).

Escrevi tudo isso para contar uma novidade da Schwarzkopf para vocês: a Linha Blond Me. Criada com o objetivo de conseguir o tom de loiro ideal para cada pessoa (oi, análise de cor!), a linha quando usada por profissional capacitado consegue atingir um tom de loiro personalizado.

Mas como podemos conseguir esse loiro tão especial e personalizado? Graças ao sistema Clareador & Tonalizante multi-louros com mais de 40 opções de tons loiros e ao Descolorante de Performance Premium que oferece até 8 níveis de clareamento e neutralização avançada com agentes anti-amarelos.
A BLOND ME foi desenvolvida para revolucionar os “cabelos com pretensão loira” (se é que vocês me entendem? rs) e a linha é completa: coloração, tratamento e finalização. Quer dizer, aquela velha história repetidas 500 mil vezes por aqui, cabelo bom é cabelo cuidado, quiça cabelo colorido. Cabelo colorido com mechas só é bonito quando bem tratado, isso começa na hora de escolher o salão certo para colorir e termina em casa com os produtos ideais e os cuidados diários. Não existe milagre! Existe tecnologia de ponta associada à disciplina da dona das melenas!

Agora deixo com vocês alguns cabelos loiros, e todas as suas variações (ombé, californianas, mechas esfumadas, mechas marcadas e por aí vai), que a equipe Salão Valentina ama e sabe fazer muito bem!

(quero esse cabelo como referência para mudar o meu, será que rola Dani Amado?)